Sustentável

Sustentável

26 de jul de 2017

Para alguns vale a máxima constranger para se dar bem.

Ainda me impressiona a capacidade doentia daqueles que se valem de qualquer mecanismo para se dar bem, mesmo que venham indiretamente constranger inúmeras pessoas.

Não gosto quando constato a manipulação de pessoas, acredito que algumas são bem intencionadas, outras nem tanto, a serviço de manipuladores que não tem perfil de liderança, pelo contrário, só se sobressaem  na difamação e na instrumentalização na qual são craques em desconstruir pessoas.

FATO:  Durante a ADM PAULO PINHEIRO, logo no seu início (2013)  vazou no próprio site municipal lista de salários e que logo após oficialmente informaram que houve um problema no banco de dados e que foi "sem querer" . Uma forma aprendida de como constranger pessoas que por alguma razão não pactuavam com o eleito.

E nos quatros anos o que se constatou foram  as próprias ações administrativas constrangedoras e que replicaram  nos vereadores da legislatura 2013-2016. Um retrocesso político e social.


Não sei, até que ponto, vai beneficiar a cidade listar  funcionários nomes/função/salário  nas diversas mídias.

Será que essa replicagem algumas direcionadas não poderão causar problemas de segurança a essas pessoas? 

Será que não bastava mencionar as matrículas / função e salários? 
   

DINHEIRO VAZANDO DOS COFRES PÚBLICOS

Por que não houve aí sim seria importante, a relação dos COMISSIONADOS CONTRATADOS  (matrícula, função e salário)   em cada Administração Pública (Prefeitura, autarquias e fundações) ? e o custo mensal para o Município?

A relação dos contratados (matrícula, função e salário)  de forma indireta pela FUNDAÇÃO  ABC para funções administrativas  e/ou assessoria  I, II.......   que poderiam ser realizadas pelos funcionários concursados ?


Querer contribuir com a cidade considero válido mas tais divulgações causam barulho imediatista e alimentam os desvios de comportamento ou de relacionamento de uns e outros.

E alguns que hoje indignados na forma de contratações será que não são os próprios ex-comissionados  e/ou  parentes, agregados ou seus ex-funcionários contratados como  comissionados da última gestão e que não foram lembrados na gestão atual?

E durante a gestão em que foram agraciados direta ou indiretamente no cargo de comissionados, tudo bem?   não se sentiram indignados?



Sabemos que tudo depende da vontade política dos gestores, mas quais seriam as melhores formas de contribuir com a cidade?



Por exemplo: 

Insistir para que a Administração, Autarquias e Fundações se aparelhassem de forma a otimizar os serviços (todos) , eliminando  a burocracia e modelos de gestão ultrapassada cristalizada principalmente no segundo escalão.

Insistir para que houvesse uma política que coibisse a contratação direta ou indireta de comissionados para atender interesses partidários e particulares.

Insistir para que os Conselhos Municipais fossem de fato instrumentos de colaboração para a gestão pública.

Insistir para que os concursos públicos fossem isentos de manipulação, ou seja, quando a Administração Pública  define e ajusta e acaba ficando claro quem serão os primeiros da lista aprovada.

Insistir para que as concorrências públicas fossem isentas de manipulação, ou seja quando a Administração Pública define e ajusta o edital, onde sobram 3 concorrentes e na maioria das vezes sabe-se de antemão quem será o ganhador.